Veja 7 benefícios do seguro de vida e por que contratar!

Veja 7 benefícios do seguro de vida e por que contratar!

Proteger quem depende de nós é uma das nossas principais preocupações. Muitas pessoas guardam dinheiro para a faculdade dos filhos ou pagam o plano de saúde dos pais idosos para garantir que tenham conforto e tranquilidade. Além disso, também devem buscar os benefícios do seguro de vida.

Mas, e se você não estiver mais presente para suprir essas necessidades? Nesse caso, o seguro de vida é a melhor opção. Ele é muito importante para que seus entes queridos não fiquem desamparados em um momento que já é bastante difícil por si só.

No entanto, ele pode ir muito além desse tipo de proteção e oferece diversas outras vantagens. Neste artigo, explicaremos melhor como ele funciona e mostraremos os 7 benefícios do seguro de vida. Acompanhe!

O que é seguro de vida?

Todo seguro parte do mesmo princípio: o segurado contrata e paga um valor — chamado prêmio — que pagará uma indenização financeira caso ocorra algum dos eventos (sinistro) previstos no contrato (apólice).

Usaremos o exemplo do seguro para automóvel: você contrata a apólice e, no caso de acidente ou furto do bem, a seguradora cobre os prejuízos.

O seguro de vida funciona mais ou menos da mesma forma. É uma espécie de indenização financeira paga a quem você indicar na apólice (beneficiário) caso você venha a falecer.

Esse é o princípio básico, mas é possível incluir muitas outras condições na cobertura, como:

  • invalidez permanente por doença ou acidente;
  • assistência funeral;
  • diversos tipos de doenças graves;
  • reembolso de despesas médicas, hospitalares e odontológicas.

Vamos ver agora 7 benefícios de contar com um seguro de vida. Confira!

1. Proteção financeira para seus dependentes

Como mencionamos no começo deste texto, esse é o principal motivo pelo qual as pessoas contratam seguro de vida.

Se existem pessoas que dependem financeiramente de você, como cônjuge, filhos ou parentes que precisam de assistência especial, é importante que eles estejam amparados caso você venha a faltar.

Além disso, o seguro de vida também provê auxílio ou assistência funeral. Quem nunca perdeu uma pessoa próxima pode não saber disso, mas os custos a serem pagos quando alguém morre são altos e nem sempre a família está em condições de arcar com ele. Isso é especialmente importante se a pessoa que faleceu era a principal fonte de renda da família.

O seguro de vida provê o auxílio-funeral, ou seja, reembolsa as despesas com o serviço fúnebre, ou a assistência funeral, que ocorre quando a própria seguradora presta todo o serviço. Se vai ser um ou outro depende do que foi contratado e, no caso do auxílio-funeral, o valor do reembolso também está limitado ao estipulado em contrato.

2. Cobertura de doenças graves e acidentes

Muitas apólices preveem o pagamento de indenização caso o segurado seja diagnosticado com alguma doença grave, como câncer, esclerose múltipla, Alzheimer, ou se tiver que se submeter a procedimentos médicos de maior complexidade, como um transplante de órgãos.

Além disso, pode haver indenização em caso de invalidez permanente ou incapacidade temporária. Mais uma vez, isso depende do que for contratado, que deve relacionar quais são as doenças e os casos cobertos.

3. Tranquilidade para o segurado

Mesmo que o seguro nunca precise ser acionado, você sabe que seus dependentes estarão amparados. Isso traz muita tranquilidade e permite que você concentre sua energia e seus pensamentos em outras questões. Assim pode deitar a cabeça no travesseiro toda noite sem essa preocupação.

4. Personalização

Como mostramos acima, o seguro de vida é totalmente personalizável de acordo com as suas necessidades. É você que define qual será o capital segurado, que influencia também no custo do seguro.

Isso permite que você pague um valor dentro das suas possibilidades financeiras e que a indenização prevista esteja de acordo com seu padrão de vida.

5. Reembolso de despesas médicas e com medicamentos

Diversas seguradoras oferecem a possibilidade de reembolsar valores gastos com despesas médicas, hospitalares, odontológicas e até mesmo com medicamentos em caso de acidentes.

6. Facilidade para os beneficiários

O seguro de vida não é considerado herança e, portanto, não entra em inventário. Isso significa que você pode designar quem quiser como beneficiário e ele receberá o pagamento rapidamente, se for o caso.

Imagine, por exemplo, que você ajudou a criar um sobrinho e banque a educação dele. Em caso de falecimento, ele não é um dos seus herdeiros e poderia ficar sem auxílio. Você pode fazer um seguro em que ele seja o beneficiário e garantir que ele tenha os recursos de que precisa para concluir sua formação.

7. Isenção de imposto de renda

Os valores recebidos relativos ao seguro de vida são isentos de imposto de renda, o que é uma vantagem adicional para o beneficiário, que terá acesso ao capital total segurado.

Esse benefício é ainda mais interessante do caso dos seguros de vida resgatáveis. Nesse tipo de seguro, ao fim do prazo da apólice, é possível resgatar os valores pagos — total ou parcialmente —, corrigidos pela inflação e com juros, de acordo com o definido em contrato.

Esse valor é isento de imposto de renda, o que faz desse tipo de apólice um investimento muito interessante. Você ganha a proteção e, ao mesmo tempo, consegue fazer seu dinheiro render.

Agora você já sabe quais são os benefícios do seguro de vida, e pôde ver que vão muito além da indenização em caso de morte.

Quer contratar um agora mesmo? Entre em contato com a Segure.me e saiba como podemos ajudar!